Antes do antes e depois do depois – Por João Batista Avlis

Antes do antes e depois do depoisO ser humano sempre quis saber:

De onde veio? Para que veio? E, para onde irá depois da morte do seu corpo físico?

E sem ter referência palpável, andava numa perplexidade indagativa sem chegar a lugar nenhum!


Nessa situação sem conhecimento das Leis Naturais e Imutáveis que regem o Universo, sequer atinava para a origem da sua essência. Mas, mesmo sem saber o que realmente precisava saber, começou a se questionar com tais indagações...

Quando, então começou, a engatinhar na busca da sua identidade e da sua razão de ser, dando o primeiro passo na direção de tal questionamento!

Convenhamos essa dificuldade de compreensão e entendimento, era admissível? Sim... “Antes do antes” de Luiz de Mattos codificar o Racionalismo Cristão, esclarecendo, que o ser humano, antes de ser humano, é um espírito, que encarna num corpo de carne e osso, de matéria física densa, e de matéria fluídica, para atender uma finalidade específica, de evolução, num ambiente adequado ao seu estágio evolutivo já alcançado em encarnações anteriores, e uma vez reencarnado, continuar aprimorando seus atributos espirituais nessa escola do planeta Terra.

Desde que, use bem o seu livre arbítrio, e se enquadre aos ditames das Leis Evolutivas Naturais e Imutáveis. Não por submissão covarde, mas, por convicção adquirida pelo raciocínio inteligente, do que faz, e por que faz, dentro da lógica e da razão.

Quando esse amadurecimento acontece! Dá o seu segundo passo, no campo do “Depois do depois”, e passa a se compreender, dentro do Universo, imensurável e infinito, constituído de Força e Matéria, assim, como ele próprio na sua condição de espírito como uma parcela emanada do Princípio Inteligente. Que nada tem a ver com os deuses mitológicos das seitas religiosas ou não explicando.

Que esse Princípio Inteligente sempre existiu. “Antes do antes e Depois do depois”! E que o espírito num corpo humano fica submetido às influências do ambiente terreno. Onde passa pelo crisol da depuração sob o crivo da Lei da Encarnação. Numa conjugação disciplinadora da Lei do Esquecimento, da Lei de Atração e da Lei de Causa e Efeito. Não com o fito de punição. Mas, com a finalidade de orientar, disciplinar e ajudar o espírito a raciocinar sobre o que anda fazendo, quando, deixa de cumprir o que planejou no seu mundo de estágio.

Nessa altura, já conhecedor da vida fora da matéria, da sua essência, e do que veio buscar no mundo escola Terra, dependerá exclusivamente dele a responsabilidade de bem usar seu livre arbítrio para acertar mais e errar menos.

Se assim proceder, não terá do que se arrepender, pois, terá encontrado o que veio buscar no mundo escola Terra. Um cadinho a mais de espiritualidade que será acrescentado ao seu acervo espiritual, que muito lhe valerá para encurtar o longo caminho da evolução. E, ao cabo da jornada terrena, ser alçado aos mundos superiores da espiritualidade.

Antes do antes e depois do depois
Por João Batista Avlis